Bolsonaro admite erros na articulação política do seu governo

Por: Metro 1

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) reconheceu ontem (21) que seu governo vem enfrentando uma série de problemas na articulação política. Segundo ele, isso se deve à sua “inexperiência”, e teve que adotar o modelo usado no governo Michel Temer.

As mudanças haviam sido oficializadas na última quarta-feira (19), quando o presidente, por medida provisória, tirou a articulação política da Casa Civil. “Quando montamos aqui, no primeiro momento, por inexperiência nossa, tivemos algumas mudanças nas funções de cada um que não deram certo. Em grande parte, retornamos ao que era feito em governo anterior”, explicou Bolsonaro.

Ele se referia ao arranjo utilizado até 2018, onde a Secretaria de Governo cuidava da articulação política e da liberação de emendas aos parlamentares. A Secretaria de Governo, na época de Temer, foi ocupada por Geddel Vieira Lima (MDB), hoje preso, por Antônio Imbassahy (PSDB) e por Carlos Marun (MDB). Agora, será comandada pelo general da ativa Luiz Eduardo Ramos, recém-nomeado pelo presidente para o cargo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*